TESTE

Notícias de Última Hora

Caso Raissa: Polícia Civil conclui inquérito sobre latrocínio, em Cícero Dantas-BA.




Criminoso afirmou que saiu de casa disposto a roubar, pois precisava de um aparelho celular

A Polícia Civil de Cícero Dantas-BA, através do Delegado da cidade, Dr. Miguel Vieira, informou a imprensa nesta quinta-feira (29), que concluiu o inquérito sobre o latrocínio ocorrido na tarde do dia 27 de março do corrente ano, no referido município, que vitimou a jovem Raissa da Silva Teixeira, 20 anos de idade.

O criminoso identificado como Sebastião Matos Pereira (Bastião) foi preso dias depois, em cumprimento a um Mandado de Prisão Temporária. “Durante os depoimentos no decorrer das investigações, o criminoso afirmou que saiu de casa naquela tarde disposto a roubar, pois precisava de um aparelho celular. Na ocasião, o mesmo pegou uma arma de fogo emprestado com o próprio irmão, que é menor de idade, e foi até a sede do município a bordo de uma motocicleta Yamaha Dream de cor vermelha. 

Na ocasião o criminoso encontrou Raissa na Rua Edgar Santos, nas proximidades do Hospital da cidade, onde anunciou o assalto, porém a vítima reagiu, e foi alvejada por um disparo de arma de fogo, que a levou a morte”, relatou o Delegado.

Dr Miguel disse ainda que, Câmeras de monitoramento de residências e casas comerciais do local, ajudaram na identificação do criminoso, que tentou despistar as investigações, descaracterizando o veículo, e vendendo o produto do roubo em outro município. O aparelho celular foi formatado, e chegou a ser utilizado pelo autor, porém foi vendido a um lojista do município de Antas-BA, que o revendeu a outra pessoa. O lojista também foi preso, e o receptador foi identificado, bem como o aparelho recuperado.

Sebastião já havia sido preso por roubo em Fátima-BA, quando foi flagrado a bordo de uma motocicleta roubada, fato ocorrido em 2020.

Com a conclusão do inquérito, o juiz da Comarca local determinou a prisão preventiva do acusado, que deverá ser recambiado para o Presídio de Paulo Afonso-BA, ficando custodiado à disposição da justiça.

Redação: Portal Alerta

Nenhum comentário