TESTE

Notícias de Última Hora

Vereadores se queixam de más condições de estradas em povoados e pedem providências

                               
Vereador registrou insatisfação de moradores do Cansanção -reprodução/Facebook

Com o período chuvoso, que tem se feito presente em Cícero Dantas (BA) nas últimas semanas, várias estradas que ligam a distritos e povoados do município se encontram em condição intransitável ou de difícil acesso para a população local ou mesmo para quem precisa por algum motivo se dirigir às comunidades rurais. Cientes da gravidade do problema, vereadores abordaram o assunto na sessão desta terça-feira (18) na Câmara Municipal e solicitaram que as autoridades competentes venham a agir no sentido de solucionar essa questão que já vem de anos.

Ao longo da sessão, os parlamentares citaram diferentes pontos do município, onde buracos, lama e outros empecilhos tem comprometido o trânsito de veículos. O vereador Genilson (PSD), por exemplo, falou da dificuldade que moradores do Povoado Cansanção têm para passar por uma ladeira situada na comunidade; segundo ele moradores precisam subir com suas mercadorias à pé com a ajuda de carrinhos de mão, pois o ônibus não consegue trafegar no trecho: “As pessoas não estão podendo transitar de seu povoado à Cícero Dantas, então, a gente faz um apelo mais uma vez ao prefeito, à secretária de obras, ao presidente desta casa e também a todos os vereadores, para ajudarem essa população, porque no inverno, está a cada dia mais chovendo.”

Presidente da Câmara, Abelardo Júnior (PP) tocou no assunto e considera que o trabalho de restauração da via pode ser feito em um único dia de estiagem: “Sobre a situação do Cansanção, graças a Deus, é só a ladeira. Então indo em um dia, duas caçambas com uma retro, acho que deixa a ladeira em bom estado. O problema maior é que o pessoal do Cansanção está praticamente ilhado sem poder sair do povoado por causa dessa ladeira. Já levei essa reivindicação, e no dia de amanhã (quarta-feira), vou mais uma vez cobrar da própria secretária e do executivo municipal.”

                           

Abelardo Júnior disse que irá cobrar restauração de ladeira – Reprodução/Facebook

Guilherme de Weldon, do PDT, por sua vez, comentou sobre os empecilhos na estrada entre a sede de Cícero Dantas e a localidade da Faleira e adjacências: “Neste final de semana, tive a oportunidade de ir na casa de uma eleitora na Faleira e que situação em que se encontra a estrada que dá acesso à Faleira, Campinas, Betânia, tem o povoado de São João da Fortaleza, e as redondezas (…) gastei mais de 30 minutos daqui pra Faleira, uma localidade, que se a estrada tivesse em boas condições, gastava no máximo de 10 a 15 minutos. Então, a pessoa gastar o dobro de tempo, acho até uma piada com a cara da população.”

FALTA DE MAQUINÁRIO

Líder da bancada de situação no Legislativo, Carlinhos (PP) acredita que é necessário ampliar o maquinário do município para atender as demandas de diferentes pontos. “Infelizmente, nós só temos uma caçamba, uma pá carregadeira e uma retro funcionando, e o município é grande. Então, em um município como o nosso, uma pá carregadeira e uma caçamba não faz nada, não adianta. É todo o município que está sofrendo com as estradas, não é só a Limeira, não é só Cansanção, Caxias ou Boqueirão, é Betânia … é todo o município que vem sofrendo. O município de Cícero Dantas precisa de mais máquinas e pás carregadeiras, que possam fazer esses serviços”, comentou.

SEM PLANEJAMENTO

O petista Zé Domingos, corroborou as observações dos colegas, mas fez questão de ressaltar que nas estradas vicinais, a estrutura é ainda pior, especialmente em épocas de chuva. “A questão das estradas principais, como são conhecidas as daqui para São João da Fortaleza e Major e a daqui para Caxias, além da que vai para Limeira … essas estradas, a gente sabe que estão ruins, péssimas, mas nós temos piores, que são as estradas vicinais, em que período de chuva, não passam carros … em pontos pequenos, que se pega duas ou três caçambas de material e que poderia já ter feito antes”, pontuou Zé Domingos, atribuindo o cenário já recorrente à falta de planejamento das autoridades municipais competentes, que segundo ele, já são cobradas há muito tempo pelos vereadores.

                         
Para Zé Domingos, problemas vêm de anos – Reprodução/Facebook

Redação de Sertão em Pauta.

Nenhum comentário