TESTE

Notícias de Última Hora

Câmara Municipal de Cícero Dantas aprova indicações do vereador Afonso para redutores de velocidade e quadra esportiva

                                  

O Poder Legislativo de Cícero Dantas (BA), reunido nesta terça-feira (26) em sessão na Câmara Municipal, aprovou por unanimidade duas indicações do vereador Afonso Gonçalves (PDT) para melhoria da infraestrutura no Povoado Betânia.


Em uma das proposições, o parlamentar solicita ao Executivo a construção de redutores de velocidade na Rua do Campo, e na outra, ele pede a reforma da quadra poliesportiva do povoado. Para a justificativa da primeira, Afonso explica que a construção dos redutores é um grande anseio da população local, vulnerável a riscos de acidentes devido ao fluxo de veículos. Já quanto à segunda, o vereador afirma que a quadra se encontra degradada e em péssimo estado de conservação, e que uma reforma propiciaria a prática de atividades físicas com dignidade.

MOÇÕES APROVADAS

Também foram aprovadas de modo unânime pelos vereadores presentes na sessão duas moções. Uma de pesar, do vereador Guilherme de Weldon (PDT), é dirigida a familiares da Sra. Remilda Cruz Correia, que veio a falecer nos últimos dias. Na justificativa, o autor aponta que a mesma era uma pessoa fraterna e uma professora querida por todos e que sua ausência deixará grandes saudades a quem teve a oportunidade de conhecê-la.

A outra moção aprovada pelo plenário é de repúdio à Proposta de Emenda à Constituição da Reforma Administrativa (PEC 32), que tramita no Congresso Nacional, e na visão do Sindicato dos Servidores Públicos de Cícero Dantas (SINDCID), proponente da matéria na Câmara Municipal, “serve com uma ferramenta para subtração de direitos dos servidores públicos e depreciação do Estado.”.

A matéria havia sido protocolada na casa legislativa na última sexta-feira (22), em visita o presidente do sindicato, Ambrósio Gama. O vereador Nenê de Nedito (PSD), em seu discurso na tribuna da casa, enfatizou que uma possível aprovação da PEC 32 seria um retrocesso para os brasileiros de menor condição financeira: “Acabar com concurso público, com a conquista do cidadão, das famílias mais pobres deste país que vão à escola para poder se formar e se aperfeiçoar em determinado tipo de curso, para podes fazer concurso público, realmente é tirar a dignidade do povo brasileiro.”

Redação de Sertão em Pauta.

Nenhum comentário