TESTE

Notícias de Última Hora

Colisão frontal deixa ao menos 5 mortos na BR-324

                             Acidente na BR-324, em Candeias, Bahia (Foto: Rafael Teles / G1)
Um acidente entre uma carreta e um carro na BR-324, na altura do município de Candeias, região metropolitana de Salvador, deixou ao menos cinco mortos nesta segunda-feira (30), de acordo com informações da Polícia Rodoviária Federal (PRF). O carro ficou destruído.

Segundo a PRF, quatro pessoas, entre elas o motorista da carreta e outros três passageiros do veículo menor, ficaram feridas e foram socorridas por equipes de resgate para hospitais de Salvador. 

CARRO

Duas das vítimas foram levadas por um helicóptero do Grupamento Aéreo da Polícia Militar (Graer) para o Hospital do Subúrbio. Equipes do Samu, Bombeiros, Via Bahia  trabalharam no resgate das outras vítimas. Não há informações da indentidade dos feridos e nem dos mortos.

A Polícia Rodoviária Federal informou que os dois veículos bateram de frente após um deles invadir o canteiro central da via. O acidente aconteceu no Km 595, na altura do Posto Fiscal da Secretaria da Fazenda. Ainda segundo a PRF, a carreta envolvida no acidente trafegava no sentido Salvador – Feira de Santana, quando o condutor do veículo perdeu o controle da direção e invadiu a pista no sentido contrário, atingindo o carro que seguia no sentido Feira de Santana – Salvador.

A PRF informou que há indícios de que o carro envolvido no acidente, um Zafira, era usado para o transporte clandestino de passageiros de cidades do interior para Salvador. Oito pessoas estavam no veículo no momento do acidente. O carro, de acordo com a PRF, tem capacidade para sete passageiros.

A faixa esquerda da pista no sentido capital foi parcialmente interditada logo após o acidente para que fosse feito os resgate das vítimas. Um congestionamento de cerca de 7,5 km se formou na região. A PRF informou que um desvio foi feito para agilizar o tráfego. Por volta das 14h20, os corpos das vítimas já haviam sido removidos para o Instituto Médico Legal Nina Rodrigues (IML), em Salvador. 

Fonte: G1 BA

Nenhum comentário