TESTE

Notícias de Última Hora

Noiva homenageia esposo com ensaio fotográfico de casamento em carro de coleta de lixo


Praias, igrejas, parques, pontos turísticos ou até mesmo o local onde se conheceram. Estes são os principais lugares em que muitos casais decidem realizar os ensaios fotográficos para o álbum de casamento.

Indo de encontro com esse segmento, os noivos Luiz Alberto e Elisvânia Pereira decidiram fazer algo diferente, realizando o ensaio fotográfico homenageando a profissão de Luiz, motorista da empresa Sustentare, responsável pela coleta de lixo em Feira de Santana.

                                   

Foto: Ed Santos/Acorda Cidade

Em entrevista ao Acorda Cidade, Elisvânia explicou que já estava buscando ideias de como realizar o ensaio fotográfico, um sonho que desejava fazer, até que surgiu a ideia em homenagear o esposo.

"Eu já estava procurando ideias de fotos em como fazer o ensaio fotográfico porque sempre tive a vontade de fazer e vi que muitas pessoas homenageiam as profissões, seja da noiva ou do noivo. Foi a partir daí, que tive o interesse em homenagear ele, até pelo fato do casamento ser na mesma data do aniversário dele, então com essa ideia da profissão, decidimos fazer as fotos no caminhão da coleta, onde ele trabalha, passa maior parte do tempo e considero como uma profissão digna", explicou.

Já vestida de noiva pronta para sair de casa, Elisvânia disse que "bateu um pouco de vergonha" no início, mas logo depois, entrou no clima do ensaio envolvendo uma mistura de orgulho pela profissão e felicidade por estar concretizando um sonho.

"Logo no início assim que fiquei pronta e já com o vestido de noiva, fiquei com vergonha na hora de sair de casa, mas tinha tudo para dar certo. Esse ensaio foi muito importante, porque é o nosso casamento, por mais que a gente já tenha um tempo juntos, esse foi o marco em nossa história. Essa é uma profissão que vejo com muito orgulho, porque vejo diariamente as dificuldades enfrentadas, seja no sol ou na chuva, ele enquanto motorista e junto com os outros meninos, os coletores, e não somente eu enquanto noiva, mas todos deveriam se orgulhar desta profissão", destacou Elisvânia.

                                 

Surpreendido com a homenagem, Luiz Alberto abraçou a ideia e logo comunicou o coordenador da empresa, que de maneira solícita, atendeu ao pedido e autorizou o uso do veículo para o ensaio fotográfico.

"Eu já trabalho na Sustentare há oito anos e meio e com essa ideia que surgiu da minha esposa, eu abracei o projeto também, conversei com o coordenador da empresa e ele deu o ok", disse.

O ensaio fotográfico realizado na Praça do Conjunto ACM, aconteceu no último dia 25 de abril, dois dias antes do casamento. Para Luiz, foi um dia atípico em buscar o caminhão na garagem, não para fazer coletas, mas para concretizar um sonho.

"Como o ensaio aconteceu no domingo, eu levantei cedo, fui buscar o caminhão e quando cheguei lá na garagem, já tinha um rapaz limpando o veículo, eu ainda ajudei a concluir e vim para casa. Quando terminamos de nos arrumar, fomos para a praça, e lá já estava o nosso fotógrafo, Tércio Costa, quem fez nossas fotos. Quem passava, ficava olhando e até mesmo impressionado com o que estava acontecendo ali, eu acho que nós somos os primeiros noivos aqui na Bahia em realizar esse tipo de ensaio", afirmou.

                            

                                                     Foto: Técio Oliveira

Para Luiz, o dia do casamento sempre terá comemoração em dobro, pois marca também a data de aniversário. Segundo ele, os familiares e amigos também foram surpreendidos com o ensaio, e logo compartilharam nas redes sociais a emoção de mais um passo, que os noivos deram juntos.

"O ensaio aconteceu no domingo, e na terça a gente se casou, dia 27 de abril, justamente na data do meu aniversário e no próximo ano, serão duas comemorações em um único dia. Posso dizer que esse ensaio repercutiu bem, porque os nossos familiares e amigos logo compartilharam, comentaram nas redes sociais e todo mundo gostou dessa ideia", disse.

Trabalhando de segunda a sábado, Luiz Alberto explicou que a rotina sempre é a mesma, saindo de casa às 6h20 e logo depois iniciando a rota da coleta de lixo.

"Eu saio de casa por volta de 6h20, chego à garagem e faço o check-list do caminhão, verifico se está tudo ok, se não está danificado, reúno os coletores, o fiscal libera a nossa saída e iniciamos a rota. Esse é um trabalho que faço de segunda a sábado e folgo no domingo, até porque é um trabalho essencial que não pode parar", destacou.

Acompanhando essa rotina de perto, Elisvânia, atualmente dona de casa, disse ao Acorda Cidade que levanta às 5h30 todos os dias para fazer o café e deixar o almoço pronto de Luiz.

"Eu sempre acordo 5h30, já faço o café, arrumo as coisas para ele levar do almoço e sigo minha rotina aqui em casa. No momento não estou trabalhando e sempre que pode, ele está compartilhando comigo onde está, às vezes manda uma foto do trabalho um vídeo e dessa forma, vamos sempre nos comunicando", concluiu.

Com informações do repórter Ed Santos do Acorda Cidade

Nenhum comentário